19 de setembro de 2015

Um pé atrás

Tem lá sua razão quem diz que uma boa dose de frustrações ajuda a construir um bom escritor. Agora, entre dar mais importância à biografia do autor do que à sua elaboração artística, há um abismo perigoso. Se a história pessoal de quem escreve fosse mesmo tão essencial, vasculhar a vida de cada crítico literário antes de o levar a sério também seria necessário: estudá-los-íamos com um pé atrás a cada indício de escritor frustrado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário