8 de julho de 2013

Trindade

Sim, de fato, a vida pode ser entendida como um grande conto de fadas do príncipe que batalha contra o dragão para resgatar a princesa.

A diferença é que, na vida, nós somos ao mesmo tempo príncipe, dragão e princesa: lutamos contra nós mesmos para nos reencontrarmos.

Eis, guardadas as devidas proporções, mais um exemplo de criação à "imagem e semelhança" do criador.

O ser humano: resgatador e resgatado, prisioneiro e guardião.

Nenhum comentário:

Postar um comentário