13 de março de 2012

Mesmo se Maquiavel estiver certo

Mesmo se Maquiavel estiver certo ao afirmar: "o homem que tenta ser bondoso todo o tempo está fadado à ruína entre os inúmeros outros que não são bons", ainda assim faltará um detalhe muito relevante: as pessoas que não tentam também.

A certeza da morte não nos impede de lutar pela vida, assim como a dominância da maldade não pode nos impedir de lutar pela bondade.

É no mesmo barco que navegam aqueles que buscam a salvação, mesmo na certeza de já tê-la, e aqueles que assumem Deus como alvo, mesmo na convicção de sua inexistência.

Uma coisa é ser arrastado pela forte correnteza, outra coisa é insistir em remar contra ela - seja qual for o sentido. E é incrível como fazemos tão bem as duas coisas - animais paradoxais que somos - mesmo sabedores de que, assim ou assado, prosseguimos à deriva.

3 comentários:

  1. Ótimo texto! "Ide; eis que vos mando como cordeiros ao meio de lobos." (Lucas 10:3).

    ResponderExcluir
  2. Se as coisas são inatingíveis… ora!
    Não é motivo para não querê-las…
    Que tristes os caminhos se não fora
    A mágica presença das estrelas!

    Mario Quintana

    ResponderExcluir
  3. "Uma coisa morta pode seguir a correnteza, mas somente uma coisa viva pode contrariá-la." Chesterton

    ResponderExcluir